Amamentação é sinônimo de dor?

Sentir dor ao amamentar é comum, principalmente quando não há muita prática ainda. A dor, além de incomodar a mãe, também torna a amamentação um evento um pouco traumático, reduzindo a sua repetição.

Veja algumas dicas que podem te ajudar durante o processo de alimentar o seu bebê.

-Evite o acúmulo de leite nas mamas. Quanto maior a quantidade, maior a pressão na hora de amamentar, e essa pressão pode causa dor. Respeite a fome do bebê, mas evite “retirar” o leite apenas quando ele for mamar.

-Bicos de silicone não são uma boa escolha, pois dificultam o processo da criança sugar de maneira adequada. 

-Massageie o seio antes de dar de mamar pela primeira vez no dia. Comece a massagear ao redor dos seios e depois ao redor da aréola.  Depois puxe o seio para trás e para frente para que uma leve quantidade de leite saia.

-Mantenha a calma. A ansiedade de amamentar pode te deixar ainda mais sensível.

-O lugar que o bebê abocanha também pode machucar as mamas. O correto é:

– Os lábios do bebê devem ficar voltados para fora, e a boca aberta como “boquinha de peixe”;

– O queixo do bebê deve se apoiar no seio da mãe;

– A barriga e o tronco do bebê ficam voltados para a mãe;

– Quando o bebê sugar o leite, espere a sua boca encher;

– O bebê abocanhar todo o mamilo e a parte inferior da aréola;

– O nariz do bebê não pode encostar no seio da mãe, para ele poder respirar tranquilamente.