7 dicas para aumentar a libido feminina

O desejo sexual na mulher depende em grande parte do seu bem estar físico e emocional. Por esse motivo, existem algumas dicas simples que podem ajudar a melhorar a saúde da mulher e, consequentemente, ajudar a falta de libido na mulher.

Além disso, também é importante lembrar que a mulher pode ter o desejo diminuído em períodos de tensão, cansaço, frustração ou durante a menopausa.

Assim, alguns passos simples que podem ajudar a melhorar bastante a saúde da mulher e aumentar a libido feminina incluem:

1. Praticar exercício físico

7 dicas para aumentar a libido feminina

Praticar exercício físico regularmente melhora o condicionamento físico, a disposição e a auto-estima da mulher, sendo úteis para melhorar a lubrificação e a irrigação dos genitais. Além disso, durante o exercício o corpo libera hormônios como a adrenalina, noradrenalina e endorfinas que dão energia, prazer e bem estar.

2. Fazer exercícios de Kegel

7 dicas para aumentar a libido feminina

Estes exercícios de contrair e relaxar os músculos pélvicos, localizados no interior da vagina, aumentam a quantidade de sangue que chega a estes locais, melhoram o tônus destes músculos, alongam o canal vaginal e deixam o colo do útero mais alto, fazendo com que o pênis não o machuque tanto. Veja como praticar estes exercícios.

Além disso, existe também a técnica de Pompoarismo que melhora o prazer sexual, aumenta o apetite sexual e previne o surgimento de problemas de incontinência urinária ou fecal. 

3. Comer alimentos afrodisíacos

7 dicas para aumentar a libido feminina

Alimentos como pimenta, açafrão, gengibre e ginseng favorecem a produção hormonal e melhoram a circulação sanguínea, favorecendo o contato íntimo. Estes devem ser consumidos diariamente e se possível em todas as refeições para que tenham o efeito esperado.

Uma outra possibilidade é recorrer a chás ou suplementos para apimentar a relação. Veja alguns exemplos de remédios caseiros para aumentar o apetite sexual.

4. Aumentar a lubrificação íntima

7 dicas para aumentar a libido feminina

Uma boa estratégia é colocar um pouquinho de um lubrificante íntimo à base de água na região genital, antes ou durante o contato íntimo, para diminuir um pouco o atrito pele a pele, que pode incomodar alguns casais.

5. Se expôr ao sol nas horas certas

7 dicas para aumentar a libido feminina

A exposição solar no início da manhã e no final da tarde, após as 16h não traz riscos para saúde e aumenta a absorção de vitamina D, fortalecendo os ossos. Além disso, ela também traz benefícios para a saúde sexual feminina porque aumenta a produção hormonal e também melhora a auto estima da mulher, favorecendo o contato íntimo.

6. Dedicar tempo ao parceiro

7 dicas para aumentar a libido feminina

A maioria das mulheres fica mais excitada e tem maior interesse pelo contato sexual quando está feliz e satisfeita no seu relacionamento. Passar algum tempo juntos, assistindo um filme ou sair para passear ou dançar, ajuda a mulher a se sentir amada e valorizada, fazendo com que tenha mais vontade para o sexo.

Além disso, o carinho através do toque físico ou ouvir palavras de afirmação também ajudam a mulher a sentir-se mais desejada. É importante que o parceiro saiba identificar como a mulher se sente mais amada e também investir nessa estratégia para aumentar o desejo feminino.

7. Conhecer seu próprio corpo

7 dicas para aumentar a libido feminina

A masturbação ajuda a mulher a se conhecer, permitindo identificar a localização do clitóris, o que é muito importante para orientar o parceiro para a estimular, de forma a chegar mais facilmente ao orgasmo.

É preciso salvaguardar que se a mulher não estiver realmente interessada no contato íntimo, mesmo que o homem estimule o seu corpo, ela poderá não ficar excitada ou satisfeita com o contato íntimo.

O que fazer no caso de transtornos sexuais

Quando a mulher possui algum transtorno sexual como dor durante o contato sexual, vaginismo ou desejo sexual hipoativo, é importante descobrir o que está na sua origem, para realizar o tratamento mais adequado que pode incluir medicamentos, cirurgia ou sessões de psicoterapia.

Mulheres vítimas de abusos podem se fechar e não ter nenhum interesse por uma relação amorosa ou contato íntimo e neste caso um psicólogo ou a terapia de casais podem ser indicados para que a mulher recupere sua auto estima, confiança no parceiro e vença seus traumas emocionais, tornando possível um contato íntimo saudável e prazeroso.